segunda-feira, 17 de julho de 2017

Poema novo, feito sexta feira, 14 de Julho de 2017

Eu queria
meu verso
assim popular
na boca do povo,
tatuado no muro da esquina
e que o bebum da padaria
de cor soubesse declamar.

Queria que meu poema
arrancasse riso,
arrancasse suspiro,
uma lágrima furtiva,
uma saudade,
um pesar.

Que pudesse mexer
contigo.
Que  te convencesse
que meu amor é puro,
impuro de desejo
nesses olhos castanhos
que os meus verdes
foram pousar.

Queria meu poema
vivo!

Na boca do povo!
No samba enredo,
no palco, novela,
misturado na novena
das beatas que vão rezar.

Deixa meu verso viver!
Deixa eu ser poetisa pra você!
Deixa?

24 de Dezembro de 2015

Enquanto meu vizinho
estoura rojões,
eu como rabanadas,
outros dão "Feliz Natal",
me pego pensando
Onde está Jesus?
Os vizinhos começam uma briga,
alguém vomita de tanto beber,
a TV fala da corrupção,
eu me pergunto,
Jesus, onde está você?
Nos papéis rasgados,
nos presentes espalhados pelo chão,
nas pessoas que se abraçam e falam mal,
Eu me pergunto seriamente,
Há Jesus em meu coração?
Comemos até doer,
bebemos até cair,
presenteamos vários alguéns.
Mas se perguntamos sobre Jesus,
Nos dizem "Jesus, quem? "
Eu com minha barriga cheia,
com um teto pra dormir,
com pai e mãe dando boa noite,
Com mais do que o necessário...
Vejo festanças enormes por aí
nas quais ninguém nem cita
ou lembra de quem é o aniversário.
Vou achando muito estranho
Da nossa parte até muito cruel.
Esquecer Jesus do lado de fora
Convidando só o papai noel.
E eu continuo procurando
em todo o canto,
hoje muito mais enfim.
Onde está Jesus agora?
Onde está Jesus em mim?
Carla Luz

Dance um Tango para mim - 17 de Fevereiro de 2016


Eu não tenho medo da morte.
Ela é senhora cigana
rodopiando sua saia
volte e meia
chamando os tristes...
Tem olhos de brasa,
ora verdes, ora castanhos,
algumas vezes aqueles olhos de ressaca...
Oblíqua e dissimulada.
Cedo ou tarde,
essa dama me dará seu abraço.
Seria tolice minha dizer
que não anseio,
que, vez por outra,
não desejo-A ardentemente!
Mas, agora, deixe que Ela dance em outro palco...
Ela aí, eu aqui.
Volte e meia Ela volta
e dança pra mim,
tentando seduzir-me,
cantando seu cântico de Iara...
Minha parte poetiza, idolatra-A,
idealiza-A, anseia por Ela.
Minha parte humana,
respeita-A, mas A quer longe.
Por hora, Senhora,
fique aí.
Dance para seus escolhidos...
E quando eu for a escolhida,
por favor,
dance um tango pra mim.

9 de Abril de 2014

A bela noite no firmamento chegou
com as estrelinhas brilhantes do céu.
Pai Xangô me proteja com seu machado,
Mamãe Iansã me cobre com seu véu.
Que Oxalá guie meu sono em Orum
Para ver Nanã, minha boa avozinha.
Que ela me dê muitos conselhos
Para eu aprender a ser boa menina.
Com as benção de todos os Orixás
Eu fecho meus olhos pra deitar
Que eu encontre paz nessa terra,
em qualquer lugar que eu passar.

19 de Abril de 2016

Queria rasgar o verso
como uma tigresa,
mergulhar nas rimas
sem medo de me afogar...
Queria enlouquecer
e te beijar de surpresa
e surpreender teu coração
com o meu.
Mas eu sou tímida.
A boca sorri de olhos baixos
enquanto minha face
fica rubra.
Minhas emoções são furação
aqui dentro do peito...
O único meio de externar
é aqui
entre versos, meu amor...
Carla Luz

22 de Abril de 2016

Pede pra ficar mais um pouco...
Faz cara de cachorro abandonado
querendo mais um cafuné
pra eu me perder nos teus cabelos
encaracolados e no teu peito peludo
e querer ninho eterno pra morar.
Vem e me abraça,
sem se importar com
"que horas são".
Esquece o tempo
e fique presente junto de mim.
Seja aquele sonho real,
que faz a boca esticar no sorriso
ao primeiro raio de sol.
Somos amigos, eu sei.
Mas em mim você é mais...
Só eu sei.
É segredo dizer
que, às vezes,
o banho é mais demorado
por tua causa, meu bem.
E na minha viagem mental,
a gente anda de mão dada o tempo todo.
A gente faz amor
em cada canto da casa,
de manhã, tarde ou noite.
Ou nada faz e fica se olhando
e sorrindo...
O travesseiro não me beija,
não me abraça e nem diz
"tá tudo bem".
Eu só queria não sonhar...
Queria o real, o tocante
para minhas mãos...
Como transformar você
de amigo em amor?
Eu não sei...
Eu não sei...
A vida segue seu rumo,
e o meu sonho segue seu prumo
e eu só vejo você,
você.

21 de Maio de 2016

E se você tropeçasse
no seu nome
em meus poemas?
Se descobrisse que ando
sonhando bobo com tua lembrança
desejando ser feliz contigo?
Fala pra mim,
o que você faria
se soubesse que meu coração
gagueja ante a ti?
E que o meu sorrir
é timidez e medo
de que você descubra
que teus movimentos
são monitorados
e desejados nas minhas lembranças?
Ah! Nome adorado
cantado na boca dos anjos!
Se tu soubesses que
essa minha risada escandalosa
é só para disfarçar
o quanto te vejo
nos meus planos futuros
tão etérios que já nem cogitos-os
verdadeiramente,
ante a minha realidade pessimista
de Poetisa.
Que farei eu agora?
Olhas bem estas palavras e responde
com sinceridade,
se for você minha inspiração,
se for a lembrança viva
que propulsiona meus versos,
o que você faria?
O que faria se soubesses
que és foco do meu amor?
Ah! Se tu soubesses, anjo...
Se tu soubesses....

21 de Junho de 2016

Se eu pudesse,
eu era tua chegada
na rota da vida,
sofá seguro onde
descansa de um longo dia.
Água fresca e abundante
pra matar tua sede.
Mas o que eu sou?
Quem sabe nem o
"bom dia" automático,
o sorriso amarelo
pro ascensorista...
Eu te pergunto, meu bem
O que eu sou?
Nome esquecido
ou aquecido em tua língua
nos dias da semana?
Quero ser assunto constante
de tuas conversas,
lembrança boa
que faz sorrir.
Ser aquela amiga especial
que a presença agrada.
Então entenda de uma vez,
que tua amiga
deseja ser tua mulher!
Teu nome vive em meu paladar.
Tua voz é cântico
que arrepia o corpo,
e os teus parcos
abraços de "oi" e "tchau"
são lembrados e desejados com ardor.
És foco em meu olhar...
És tanto
e tão pouco percebes...
E eu sigo aqui
estática como A timidez.

Eu sou Legião! - 25 de Julho de 2016

Eu sou Legião
Aqui no palco,
a mentira é a Rainha,
balança da Justiça.
Vestimos outra pele,
falamos outra língua
e vivemos outra vida.
O amor que não sinto
lhe devoto,
gargalho sonoramente
por cima das minhas feridas.
O que eu quero dizer,
com a máscara da personagem,
eu digo: "te amo, case-se comigo,
sempre, grandemente".
Uso do palco para ser.
Essa alma tumultuada aqui
é cheia de demônios.
Eu sou Legião.

31 de Julho de 2017

Dizem por aí
que no amor e na guerra
vale tudo.
Não vale.
Nunca valeu.
No amor, só vale amor.
Não há guerra, não há luta,
não há combate.
O que tiver que ser,
será.
Ou não será.
O amor é a mais pura expressão
da vontade de Deus.
E hoje,
eu me curvo
perante à Divindade
e digo
"senhor, seja feita tua vontade".

Entre o tremor e o gemido - 7 Setembro de 2016

E qualquer dia desses
que passou 
ou que chegará
parecia que eu me desfolhava
em novas esperanças
de encontrar
aquele peito para me abrigar.
Uma voz um tanto grave,
aquelas mãos curiosas,
aquela boca ávida...
Eu me pego
criança esperando
o papai noel na janela
enquanto os olhos
marejam de lágrimas
de sono à tua espera...
Ah! Eu queria desamar
essa esperança de encontrar alguém...
Mas por mais que eu grite,
brade a todos os ventos
e recantos
o quanto independente eu sou,
o quão mulher adulta estou...
Falta-me um lugar
aqui do lado.
Um abraço, um sorriso,
um palpitar...
Eu vou seguindo
esperançosa e temerosa.
Por que o amor é
uma corda bamba.
O medo e
a esperança balançam
lado a lado...
Eu sigo, entre o tremor e o gemido
na espera do meu amor...

08.09.2016

Ah! Se eu tivesse um ombro pra recostar
e derramar as minhas dores...
Mas geralmente o ombro sou eu.
Sou aquela pessoa forte,
sou a Dona Conselhos,
sou a amiga-pra-tudo.
Mas tem dias,
como hoje,
como ontem
e amanhã,
em que eu só queria
um ombro pra recostar...

11.09.2016

Eu tenho medo 
de me render
aos versos
e morrer de palavras...