quarta-feira, 23 de abril de 2014



Sonho é igual água
no funil .
Quando você tenta pegar...
já foi.
Sumiu.

Carla Luz

Bruxa


Pego a vassoura.
A casa está suja
É preciso limpar.
Pego a bendita na mão
Faço força
Varro o chão;
queria mesmo é voar!

Carla Luz

domingo, 20 de abril de 2014

Caxixa, a lagartixa


Corre, estica
A lagartixa
Sobe e desce
Rapidinho
Causa medo
A geladinha
Da danada
Da Caxixa
Na parede
Lá no alto
Me olhando
Eu olhando
Rapidinha
Vai andando
Lá embaixo
Lá em cima
Engraçadinha
Essa Caxixa
A queridinha
Lagartixa!

— Carla Luz

Pena do Urubu



Pássaro com coração doendo
Ninguém perguntou pro urubu
Se ele era torcedor do Bangu
Acabou mascote do Flamengo

quarta-feira, 16 de abril de 2014


No pingo da chuva
eu pulei,
pulei.
Molhei os pés
no pulo
que a chuva deu!
Em matéria de pulo,
ela é melhor
do que eu!

domingo, 13 de abril de 2014

Para dormir

A bela noite no firmamento chegou
com as estrelinhas brilhantes do céu.
Pai Xangô me proteja com seu machado,
Mamãe Iansã me cobre com seu véu.

Que Oxalá guie meu sono em Orum
Para ver Nanã, minha boa avozinha.
Que ela me dê muitos conselhos
Para eu aprender a ser boa menina.

Com as benção de todos os Orixás
Eu fecho meus olhos pra deitar
Que eu encontre paz nessa terra,
em qualquer lugar que eu passar.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Eu não sou tão feliz assim


Eu não sou tão feliz assim.
Esses sorrisos todos
que eu vejo por aí,
essa felicidade extrema
nas sextas feiras.
Essa alegria longetudinal
com os amigos,
essas fotos infinitas
com sorrisos
e boas roupas.
Eu não sou tão feliz assim.
Eu tenho um quê de tristeza
sorrindo comigo,
um tostão de saudade,
uma melancolia interna
inata, sabe?
Uma lágrima perdida por aí,
um olhar perdido no céu...
uma ponta de lápis na mão
com um poeminha,
às vezes,
bem idiota no papel.
Eu não sou tão feliz assim.
Parece mentira esse sorriso tão branco,
esse amigo que concorda sempre,
esse namorado super perfeito.
Não sei...
Se o mundo é para os tão felizes,
eu devo me mudar.
Não sou triste.
Sou só meio feliz.
E tem dias que meio não feliz.
Tanta felicidade me assusta!

sábado, 5 de abril de 2014

Só uma coisa importa


Eu gosto de você
de lado
de frente
costas
normal
estranho
branco
gordo
magro
preto
azul
verde
com pintinhas
do lado de fora
do avesso
no côncavo
no convexo
de olho aberto
de olho fechado
no som
ou no silêncio.
Nesse poema só importa
uma única frase:
de lado
de frente
costas
normal
estranho
branco
gordo
magro
preto
azul
verde
com pintinhas
do lado de fora
do avesso
no côncavo
no convexo
de olho aberto
de olho fechado
no som
ou no silêncio.

Eu gosto de você

sábado, 29 de março de 2014

Vou me mudar



Eu vou me embora para Marte!
Lá sou amiga do E. T.
Os marcianos são mais bonitos,
Os seres são sempre amigos
Só passa coisa boa na TV.

Lá é muito mais fresco que aqui
As crianças não fazem pirraça
Nas filas não há nenhuma trapaça
Toda mundo se respeita, é assim.

---(Lá o céu é verdão
A grama é toda roxa
E a vaca dá todynho gelado.
Os legumes já vêm cozidos do pé,
Os livros são bem baratinhos
Os poetas são pop star !
--parte que não consegui rimar,mas eu gostei mesmo assim) ---

Sei que você está pensando:
Que garota muito maluca!
Que besteira! Ela está é caduca!
Que nada! Estou só sonhando!

Eu vou me embora para Marte!
Lá sou amiga do E. T.
Os marcianos são mais bonitos,
Só passa coisa boa na TV

Manuel foi pra Pasárgada.
Divulgou lugar novo: se ferrou !
Agora todo mundo quer ir,
E Pasárgada já lotou!

Eu vou me embora para Marte!


Futebol de Versos



Entrei de penetra nessa festa, irmão!
Os sonetos pareciam futebol
no esquema tático 4 4 3 3;
numa confusão de ABAB
ABBA que me deixou maluca!

Tinha de tudo um pouco!
Pedra, passarinho, morte e desilusão ...
Poeta sofre, fazer o quê?
Vai da rocha ao coração!




Dá-me tua mão
e vem
que eu esperei a vida toda
para guiar-te pelo meu coração
rumo às maravilhas
dos meus infinitos
particulares.