quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Um passarinho me contou

Um passarinho pousou
em minha mão e
eu lhe perguntei:
"Como ir aos céus, passarinho?
Não tenho asas,
mas anseio por voar".
"Eu tenho asas, poetisa,
mas tu tens palavras"
disse para mim o passarinho.
"Tens as palavras,
vais mais distante que eu.
Tenho asas, vou só aos céus;
e tu vais mais longe:
alcança os corações;
infinitos maiores que o meu céu".
Calei-me.
Percebi que o pássaro
tinha razão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário