domingo, 13 de outubro de 2013

Desabafos no universo! (Tô Plutão!)


Imagine que você tem um emprego há 30 anos, ganhando reconhecimento, um salário razoável e, de repente, resolvem que você não tem mais aquele cargo e te rebaixam sem aviso prévio. É como se você passasse um tempão com o cargo de presidente ou vice-presidente de uma instituição e de uma hora para outra resolvem que você será somente a atendente do lugar. Sabe o que eu sinto? RE-VOL-TA!
Até 2006, eu era um planeta do Sistema Solar e de uma hora pra outra, simplesmente porque alguns cientistazinhos resolveram mudar as regras, agora não sou mais? Aí, para eu não me sentir tão mal, resolveram me chamar de Planeta-Anão. Como se isso fosse resolver o problema!
Eu tenho tudo o que um planeta tem! Tenho órbita em volta do sol (sei que sou o mais distante, mas orbito!), tenho um satélite principal chamado Caronte e ainda tenho outras (mais do que a Terra, por sinal, está bem?) e mesmo com essas ótimas características, resolveram não me aceitar mais no clube dos planetinhas do Sol! Humpf!
Eu quero saber se alguém perguntou como ficaria a minha autoestima planetária; como ficaria a vida das pessoas que decoraram o nome dos planetas na ordem e agora tem que reaprender a não me dizer. Alguém pensou nisso? Não! Simplesmente resolveram me tirar do clubinho e pronto.
Sei que não vou conseguir convencer esses cientistas da Terra (que acham que estão no centro do universo - patéticos!), mas quero que você saiba que estou muito chateado de ter perdido o meu posto de planeta e que acho uma ofensa eu ser chamado de anão por aí
Se você também não concorda com esse absurdo, por favor, procure aí no facebook os manifestos "Quero Plutão de volta!" ou então "Plutão, nosso planeta do coração" e participe. . Estou pensando seriamente em fazer um protesto no universo, chamando alguns planetas anões para pedir uma promoção. No meu caso, eu quero meu posto de volta, os privilégios de planeta, todo o glamour... e claro, um pedido de desculpas formal de toda a NASA!


Plutão. Planeta para sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário